10.6.09

Qualquiera die perde-se la proua!







Diç que an Fuonte Aldé, a camino de la Chaina, Nabalho, Piçarron, Berdugal e Lhagonas ai uma grande ancruzelhada. Pus como an todas las ancuzelhadas ai um cruzeiro e cun l qual la giente ten muita prouda porque, dizen ls antandidos de l assunto, que fui feito puls romanos que stubiran na Peninsula Eiberica. Scallha ya a muito tiempo que pulhi nun passais, mas l ceuzeiro ya precisaba de ser restaurado porque cada die que passa más andeble se queda. Parece-me a mi que debie de ser amanhado. Quedanbos eiqui uas ftografies para berdes como ye que sta.

27 comentários:

manel disse...

Parece-me a mi que poniste esta posta para mostrar la mobilete! Solo se bei la ruoda d'atrás,e acho que nien sequiera ye la tue mota!

Mas mira ua cousa, que l cuzeiro ye antigo bien antigo, si. Agora dezir que ye de ls romanos isso yá bai muito... Nien sequiera tenerá la metade de tiempo que queda antre nós i ls romanos

cabeço de las binhas disse...

Mais ua beç stamos a zambolber un tema que ne ls diç respeito a todos. Caros amigos mais ua queston que eiqui se pónen, i nun se sabe la quien recorrer para resulber tal porblema. Será que la nuossa junta de freguesie ó melhor ls representantes de la nuossa junta nun passa ende nesse cruzeiro para ber l stado que se ancontra ó será que solo ban resulber ne l die que el caer. Caros nembros de la junta bamos tener un pouco mais de ourgulho ne ls nuossos poucos monumentos, An beç de andar an fiestas lharanjinhas pribadas i comezainas cun ls grandes de l cunceilho juntai l útele al agradable i an beç de sorrisos fazei pedidos porque esso naide lheba la mal.
1 Abraço
Cabeço de las binhas

moranguito disse...

Ha Manel, se ye ou no de l tiempo de ls romanos num sei, mas fui l que simpre oubi dezir, e you fiz esta puosta para ber se l pessoal se anima para apretar cun quien puode para restaurar l cruzeiro.

Zzz disse...

L que ye de'l tiempo de'ls romanos ye l chamado "camino mourisco": l camino que bai de nun-sei-donde até nun-sei-donde (diç q Madriç) sin passar an ningun pobo.
Y esse camino passa pur essa ancruzelhada i pula cruç, mas la cruç nun tenerá mais que 500 anhos, digo you.

Mas bá, teneis toda la rezon! Hai que restourar esse cruzeiro tan antigo i bonito que tenemos ne'l pobo, antes que ls lhíquenes l coman todo...

Félç disse...

Diç que l camino yba de Braga a Astorga sin passar por ningun lhugar; mas se la strada ye mourisca nun puode ser romana,(digo you)!!!
Mas l Cruzeiro, nun sei ls anhos que tenerá, you nun l bi nacer! era tamien nun se l bei.
Ua cousa you garanto, yá pousou an riba del muita coquelhada, inda ban a pusar alhá muitas, habemos de cair nós i l Cruzeiro se naide l botar abaixo há-de cuntinuar en pie.

moranguito disse...

Pus si tiu Felç habemos de nos morrer todos e el assi se queda. Mas ye por causa de muitos pertueses e pertuesas pansaren assi, deixai star que sta buono, ye que pertual sta cumo sta. Mas you stou admirado cun bos, porque bos quereis simpre demudar las cousas e corrigir l que sta mal e agora stais a deixar star todo cumo sta. Tamien sta bien.

Cabeço de las Binhas disse...

Buonas nuites mais ua beç bengo i antrebir neste post pus desta beç stou de acordo cul Sr. moranguito pus cada un pensa cumo quier i stamos eiqui para çcutir, cousa que nun adianta nada pus l çgraçado de l cruzeiro queda lhoinge de la puorta de alguns se nó yá tenien puosto las manos la obra. Porque nun tirales essa stória de l cruzeiro a lhimpo i peden al parque que anterbenha ne l restauro i coloque alhá ua placa cula sue stória, la junta coloque uas arbores i aprobeite alguas piedras que se ancontran ne l recito de l salon i fázen ua cousa guapa. Pus debe haber siempre alguien que se antresse por el. Mais ua beç digo i desta beç apelo al Sr. Representante de la nuossa junta aprobeite las merendolas lharanjinhas, que se fázen camufladas, i nas quales bocé participa Sr. Representante deixe de rizinhas i peça al nuosso persidente de la cámara que ponga aqueilhes bandos de almanechas a trabalhar nun porjeto para restaurar ls monumentos de la nuossa aldé. Tenho coincimiento que alguas aldés de l cunceilho pediran i neste momento alguas obras yá cuncluiron i outras stan an eisecuçon. Fuonte de aldé nun ye solo la puorta de alguns mas si la puorta de todos.
1 Abraço
Cabeço de las Binhas

Anónimo disse...

buonas, you num sei mas Fuonte de aldé num debe merecer nada.... este mandato quei se fiz??? num me lhembro de nada, e bós?

abraços!

Leonor disse...

moranguito, realmente estranho as palavras de teu tio, sempre foi defensor destas coisas e se reage assim alguma razão terá, mas que eu tenha conecimento, ele nunca pediu a demissão de algum cargo para o qual se propôs,nem vai tirar nabos da púcara como fazem alguns que se aproveitam da associação e estão sempre a dizer mal dela.

manel disse...

La berdade ye essa, hai que lhimpar l cruzeiro, stá a quedar assi algo pal abandonado, yá que naide bai por eilhi agora que nun hai bacas. Só ne l tiempo de las bandimas...

Que seia romano, mourisco, ó de à 100 anhos atrás, agora cumo stá parecie bien mais bielho que l que yê!

Zzz disse...

@Félç:
La giente siempre chama "mourisco" a cousas mui antiguas que nun se sabe de donde/quando bénen. Pur isso hai tantas "piedras de la moura ancantada" que muitas bezes son menhires de pobos pré-romanos.

@Moranguito, @Cabeço de las Binhas, @Leonor:
Félç nun dixe que se deixe star l cruzeiro cumo stá. L que él dixo fui que l cruzeiro yá passou pur tanto que bai passar pur nós i nuossos filhos i nietos.
Solo spero que l deixemos an buonas cundiçones als que bénen detrás de nós.

Anónimo disse...

Este blog é a prova dada que a união em FA existe apenas na mocidade/Pauliteiros, onde fazem de tudo para não deixar cair o grupo. De resto é ver quem faz menos e criticar mais. Realmente Felç, estou boquiaberto com a atitude perante o teu sobrinho, tu defensor e critico de tudo o que é antigo. Ficou-te muito mal.

cabeço de las binhas disse...

Caro amigo anónimo nun stou de acordo cunsigo pus pul que sei i me dá para antender alguns de l anónimos que eiqui screben i mais critican son nembros de l pauliteiros. Pus la buossa ounion drento de l grupo nun conheço, mas pul que sei tamien nun ye grande. Pus pul que sei bós nun se antitulan cumo de fuonte de aldé, mas si cun outro nome que you nun bou dezir, bisto que eilhes son un grupo que para mi merecen to l respeito. Pul que sei ls pauliteiros outilizan ls fatos amprestados i sin pagar aluguer la antidade que le ls cede (ACREFA), I depuis ben esses eilemientos criticar esta associaçon i nun fázen nada por eilha la nó ser deitar a baixo. Ua pregunta fago bós trabalhan de borla? Se fusse you l persidente de la associaçon na hora de amprestar ls fatos mandaba-bos a pedir al bar de l pauliteiros ó al lhocal adonde bos reunis para criticar esta associaçon.
1 Abraço
Cabeço de las binhas

moranguito disse...

Pus you solo te digo ua coisa, caro Cabeço, ls fatos nun son de la acrefa, porque furan pagos cun l suor de l purmeiro grupo e me mai e D. Eiliodora andebiran alha a trabalhar e nunca se l pagou nada a eilhas, dado isso la acrefe ne ls fato ten: 0%. Se quieren uns que ls compren. Por isso nun fales de l que nun sabes. E se tenes dubidas pegunta-le ls que ls fatos l saliren de l lhoumbo.

Zzz disse...

I quien fala assi nun ye gago!
Mui bien, moranguito!

camposino disse...

Não resisti!

Depois de ter estado este tempo todo sem ter acesso à Internet, eis que me deparo com este aglomerar de estupidez.
Meu caro “Cabeço de las Binhas” as suas fontes estão deveras obsoletas e erróneas, pois como bem sei, é essa a mensagem que lhes convém reportar e é essa mesma informação que engole sem mastigar primeiro.

Analisando o seu infeliz comentário, “bós nun se antitulan cumo de fuonte de aldé”, meu caro, o “nosso” grupo tem duas denominações, as quais passo a citar: “Pauliteiros de Miranda – Fonte de Aldeia (tal como está presente no site) ou Pauliteiros de Fonte Aldeia – Terras de Miranda.
Quanto à designação de Pauliteiros do Galandum (que nunca existiu), tinha a sua razão de o ser, uma vez que o grupo era constituído inicialmente por elementos não só de Fonte de Aldeia, como também de Sendim (2) e de São Martinho (1). Onde a estrutura da performance a realizar é totalmente diferente e onde nós fazemos parte do espectáculo de outros grupo, como que um complemento. Sempre fomos reconhecidos e apresentados como os Pauliteiros de Miranda (nome standard), e não como “os nossos Pauliteiros” ou os Pauliteiros do Galandum.

Seguindo a seu triste comentário carregado de disparates deparo-me com isto: “Pul que sei ls pauliteiros outilizan ls fatos amprestados i sin pagar aluguer la antidade que le ls cede (ACREFA)”.
Meu caro, para mim, os trajes não são da ACReFa, não são dos Pauliteiros, mas sim de todos aqueles que quiserem participar e continuar a mostrar esta cultura/tradição ao mundo. Mas mais lhe posso dizer, da entidade ACReFa, é que não são certamente e passo a explicar:
1. Não tendo dinheiro para mandar fazer os trajes, dançamos MUITO tempo com trajes emprestados.
2. Vendo o entusiasmo que os “garotos” tinham em mostrar e divulgar a dança, varias mães (não vale a pena enumerar nomes) de elementos do grupo e outras Senhoras interessadas em participar e ajudar, conceberam as saias e os lenços.
3. Cada elemento do grupo tratou de obter as suas próprias botas, camisa e meias, pratica que ainda hoje se mantém.
4. Depois desse largo período de tempo a dançar com trajes emprestados, mandaram-se fazer os coletes.
5. Os chapéus foram pagos com o cachet de uma actuação em Bemposta, salvo erro 40 contos na altura, montante preciso para os chapéus.
6. As fitas dos chapéus foram trazidas da Igreja salvo erro por uma Senhora ligada a mordomia de um santo.
7. Andamos muito tempo a dançar sem ganhar nada. (onde está esse dinheiro?)
E eu agora pergunto, como é que alguém tem a “real lata” de dizer que os trajes pertencem à ACReFA, quando apenas foram comprados os coletes e os chapéus e foi com o dinheiro das actuações?!

“I depuis ben esses eilemientos criticar esta associaçon i nun fázen nada por eilha la nó ser deitar a baixo”
Falo por mim. Eu nunca critico nem criticarei aquelas pessoas que têm vontade de fazer o que quer que seja na e pela aldeia. Ao contrário de certas pessoas que vêm criticar, dar os seus “bitaites” mas que nunca os vi fazer rigorosamente NADA. Para mim a ACReFA não é um BAR, como é visto pela boa maioria dos sócios e ponto.

Se se quiser identificar terei todo o gosto em falar pessoalmente consigo, pois já vi as suas fontes andam algo “barrentas”.

PS- Não quis de maneira alguma ofender quem quer que fosse. Apenas tentei aclarar alguns pontos, que me pareceram turvos.

Perdoai não ter escrito em Mirandês.

Um abraço

manel disse...

Realmente este sr. doutor de l Cabeço anda meio boubo.. parece ls políticos que agmitan eideias sien las haberen pensado.

Parece-me tamien que nun ye realmente giente de Fuonte Aldé, stá eiqui solo para ofender sien pensar pula sue cabeça.

Todo l que Camposino screbiu an riba you i todos ls outros pauliteiros que doran todo l suor para que l grupo eisistisse, cunfirmamos!

I se quieres saber de las cousas an cundiçoes nun fales cun esses anbenebadores que nien son de la ACReFA nin de la mocidade nien de nada. So gostan ye de falar mal

Zzz disse...

Aton bá, yá stá todo bien splicadico.

Mas agora dezi-me ua cousa cun sinceridade: se ls traijes fússen de l'ACReFA, achais bien que ls pauliteiros tubíssen que pagar un aluguer?!
Andar pur esse mundo a dar a coincer la nuossa tierra, sólos ou cun Galandum (nun sei se sabeis mas tamien son de Fuonte Aldé), i inda tener que pagar aluguer a la associaçon de Fuonte Aldé?

Hai que tener amor i ourgulho pur la nuossa tierra! I star todos ounidos pur eilha!

DiogoRodrigues disse...

Cabeço de las benies an beç de screbires mal contra ls pauliteiros porque que nun bás falar culs i dizes esso todo que tanto te cuntrarie?
Pul menos podies dar la cara , porque cuntrariar sin dar la cara ye mui guapo
Para teneres ua cierta eideia de cumo funciona ls pauliteiros basta leres l comentairo de camposino

Abraço

Cabeço de las Binhas disse...

Angraçado caro amigo Diogo bocé yá bino tarde de mais, mas mais bal tarde que nunca. Pus nun l conheço nin sei quien sós mas ua cousa boç digo quando neste blog se fala de l antresse de meia dúzia de pessonas telecomandadas todos dan la cara, quando toca al cuntrário todos se meten atrás dun pseudónimo afinal quien ye l cobarde aquel que se scondiu siempre ó aquel que ten 2 caras? Agora passo a splicar you la stória de l fatos, oubi ua beç que stube ende Fuonte de Aldé que por acauso se staba la çcutir na ACREFA, Felç cun alguns rapazes, la eideia que se transmitiu fui que ls fatos pertencian la ACREFA, mas. Para esso tenemos eiqui este blog para tirar las dúbedas. L miu oubrigado als anterbenientes por splicáren an percipal al camposino que fui aquel que mais sclareciu l assunto.
Caros amigos porque nun zafiales la direçon de la ACREFA para dar la sue oupinion tamien gustaba de saber qual era i assi tirábamos las dúbedas todas.
Al Sr. Diogo ua cousa Le digo que ye buono oubinte de críticas i melhor scritor pus transmitiu l que oubiu bien eiqui neste blog. Mas tamien l quiero felicitar por tener benido screbir eiqui parece-me que fui a 1º beç que bi l sou nome eiqui, ó será que yá screbiu cun outro nome?
Un abraço
Cabeço de las Binhas

camposino disse...

Nun ten qu'agradecer caro "Cabeço", l blog tal cumo referiu sirbe para tirar dúbedas i çcutir (ne l sentido mais saudable) eideias i eideales. Siempre que podir darei l miu manifesto na ótica custrutiba.

Nun bal la pena zafiar a naide. Ne l miu anterior comentairo stan ls fatos berídicos subre l'assunto an causa, i cumo, contra fatos nun hai argumientos, nun tenemos l porquei de zafiar quien quier que seia. Sei que nun hai argumententos, mas hai anterpretaçones i sei mui bien l'anterpretaçon que ye feita pula ACReFA.

Un abraço

@rtur

Cabeço de l`Binho disse...

Cun estas çcusones todas, solo tengo a dezir dues palabras pa l S. Cabeço de las benies;

1º S. cabeço de las benies amostre la sue cara para poder çcutor pessonalmente, i nao por scrito;

2º Nao me quere bender las sues binhas para que puoda fazer l miu cabeço de l binho?

Cabeço de l`Binho disse...

Cun estas çcusones todas, solo tengo a dezir dues palabras pa l S. Cabeço de las benies;

1º S. cabeço de las benies amostre la sue cara para poder çcutor pessonalmente, i nao por scrito;

2º Nao me quere bender las sues binhas para que puoda fazer l miu cabeço de l binho?

Cabeço de l`Binho disse...

Çculpen l miu erro:
S. Cabeço de las Binhas

Zzz disse...

Tiu Cabeço de l Binho:
1º Ye de ua grande falsidade pedir a alguien que deia la cara quando tu tamien nun la dás.

2º Deixa a Tiu Cabeço de las Binhas falar an paç, ye para isso que eiqui stamos.

Cabeço de las Binhas disse...

Oulá buonas tardes agora apareciu un cabeço de lbino ???? mui bien, pus you cuncordo cun Zzç i l miu mui oubrigado por me defender pus caro amigo you nun dou la cara mas porque bocé nó dá? será que yá dou i nó resoltou you spero que colabore cun cumbiçon ne l qu'afirma pus you stou acá para debater seje l tema que fur.

1 abraço
Cabeço de las Binhas

Cabeço de l binho disse...

Tiu Zzz:
1º you deixo falar la buntade mas ten d'amostrar la cara para falar pessonalmente subre las cousas

2º miu caro Zzç tu tamben nao amostras la cara!!!

Un abraço a todos e çculpem l ancomodo